Estudantes protestam após Firmino confirmar reajuste

O Movimento #ContraOAumento tomou às ruas de Teresina na tarde desta terça-feira (09), um dia após o prefeito Firmino Filho (PSDB) anunciar o reajuste nas tarifas de ônibus na capital piauiense.  Os novos valores estão em vigor a partir de hoje.

A decisão do prefeito foi de aumentar a tarifa inteira de R$ 3,30 para R$ 3,60 e a estudantil de R$ 1,05 para R$1,15. A PMT alega no documento (abaixo) que houve  queda no número de passageiros em 16% na capital e um aumento de 8,5% em relação aos estudantes.

A manifestação de hoje estava marcada desde a semana passada, quando o Conselho Municipal de Trânsito aprovou o reajuste nos valores de R$ 3,71 e R$ 1,18.

Por volta das 17h42, os manifestantes estavam passando pela Avenida Frei Serafim, já conhecida por ser palco de diversos protestos contra o reajuste das tarifas. Parte da avenida está interditada.

“Eu acho um descaramento muito grande da parte do Firmino Filho aprovar esse aumento. Teresina tem um dos menores trechos do Nordeste, não tem explicação, na minha opinião, pra essa passagem exorbitante”,  disse a estudante Camila Carvalho.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Comentários no Facebook