5 deputados do Piauí vão buscar novo partido

Teresina Brito: eleita pelo PV, pode buscar nova sigla para ter acesso a espaços de propaganda e Fundo Partidário

A cláusula de barreira deverá levar cinco deputados do Piauí a novas siglas. Um deles é a deputada federal Dra. Marina Santos (PTC). Os outros quatro foram eleitos para a Assembleia Legislativa: Fernando Monteiro (PRTB), Evaldo Gomes (PTC), Teresina Brito (PV) e Oliveira Neto (PPS). Se permanecerem nas siglas pelas quais foram eleitos, eles não perderiam os mandatos, mas deixariam de ter acesso a espaço de propaganda no rádio e TV e aos recursos do Fundo Partidário.

A mudança de partido é prevista na legislação, no caso de eleitos por siglas que não atingiram a clásula de barreira. A regra estabelece a seguinte barreira para esta eleição: pelo menos 1,5% dos votos nacionais para a Câmara dos Deputados, com 1% da votação estadual em pelo menos nove unidades federativas; e a eleição de nove deputados, em nove estados diferentes.

Dos 30 partidos que elegeram representantes na Câmara dos Deputados, 14 não alcançaram esse umbral. Assim, os deputados desses partidos têm que buscar novas alternativas ou optarem por permanecer em uma legenda sem Fundo Partidário e sem tempo de propagandfa.

Confira a situação dos partidos que não passaram da cláusula mas elegeram deputados no Piauí:

• PTC: Tem dois representantes na Câmara dos Deputados. Aqui, elegeu um federal (Dra. Marina Santos) e um estadual (Evaldo Gomes). Pode se fundir com o Patriota, PHS e PRP, somando 17 deputados. Mas os representantes do PTC no Piauí têm convites de filiação a partidos maiores. Evaldo e Marina vão decidir o futuro em comum acordo.
• PPS: Elegeu 8 deputados federais. No Piauí, tem um deputado estadual (Oliveira Neto). No plano nacional, a sigla rejeita PT e PSL. No plano local, Oliveira tem afinidade total com o governo e deve migrar para uma sigla próxima ao Karnak.
• PV: Elegeu 4 deputados federais. No Piauí, tem um único deputado estadual (Teresa Brito). Teresa tende a seguir os passos do PV nacional, mas também não está descartada a migração para outra sigla.
• PRTB: Não elegeu um único deputado federal. Aqui, tem um deputado estadual (Fernando Monteiro). Aliado do Karnak, deve migrar para uma sigla governista.

 

Fenelon Rocha/cidadeverde.com

Comentários no Facebook